Secovi
 
Ultimas casas para alugar no Carnaval 2012
Qui, 26 de Janeiro de 2012 15:31

 

DIVULGAÇÃO

Serra de Guaramiranga continua a ser um destino disputado por quem viaja especialmente em grupo neste período momino

Preços de locações de imóveis estão mais acessíveis do que em 2011, mas valor ainda pode chegar a R$ 15 mil

A menos de um mês para o Carnaval, que este ano acontece na terceira semana de fevereiro, diversas pessoas já se anteciparam e garantiram o aluguel de uma casa para passar os dias de folia. A procura, porém, ainda está longe de ser considerada boa em algumas regiões do Estado, que neste ano conta com menores valores no aluguel de imóveis para a festa, em comparação com igual período de 2011. Os preços variam de acordo com o tamanho das casas e seus acessórios, podendo custar ao consumidor de R$ 800,00 a R$ 15 mil.

Alguns destinos bastante procurados nos últimos anos, principalmente no Litoral Leste do Estado, não vêm mostrando a mesma força em 2012.

É o caso da cidade de Beberibe e as praias de Morro Branco e Praia das Fontes, que segundo Ricardo Costa, o qual intermedeia negociações de imóveis na região, poderão sofrer com a falta de visitantes neste Carnaval. "A procura ainda está fraca e o feriado já está chegando. Fico torcendo para que isso esteja acontecendo apenas porque este ano as pessoas estão deixando para alugar as casas de última hora", comenta.

Os aluguéis dos imóveis disponibilizados por Ricardo Costa variam de R$ 800,00 a R$ 3 mil para estabelecimentos sem piscina e de R$ 3.500,00 a R$ 8 mil para casas com piscina. Tais valores são para entrada na sexta-feira (17) e saída na quarta-feira de Cinzas (22). O número máximo de pessoas em um único imóvel pode chegar a 50, se contado o uso de redes e colchonetes.

 

Vacas Magras

Para ilustrar a pífia procura deste ano, ele diz que "até agora, apenas seis casas foram alugadas e outras 60 ainda estão disponíveis. Nos anos de 2008 e 2009, seis era o número de imóveis que eu alugava por dia", lamenta.

Ricardo Costa ainda critica a Prefeitura Municipal de Beberibe, que segundo ele, é a maior responsável pela escassez de turistas em 2012. "Este ano a divulgação do Carnaval da cidade foi fraquíssima e as atrações deixaram muito a desejar.

Além disso, existe uma lei municipal que veta os chamados "paredões de som" após às 20h, e não às 22h, como acontece em outras regiões do Estado", afirma.

 

Casas luxuosas

Para quem dispõe de um dinheiro a mais na conta e quer passar o Carnaval em uma estrutura maior e mais requintada, a opção pode ser os imóveis disponibilizados pela imobiliária In´s Brasil. De acordo com a funcionária do departamento Administrativo e Financeiro da empresa, Dyana Cavalcante, atualmente o imóvel disponível mais em conta sai por R$ 1.500,00 a diária, valor 50% menor do que o do ano passado.

 A In´s Brasil ainda disponibiliza um estabelecimento de alto padrão na Praia de Flexeiras, localizada na cidade de Trairi. O aluguel da luxuosíssima casa sai por R$ 15 mil para aqueles que decidirem passar os cinco dias do Carnaval no local. Segundo Dyana, os locais mais procurados em 2012 são: Flexeiras, Porto das Dunas, Cumbuco, Guajiru e Lagoa do Banana.

 

Tranquilidade

Para aqueles que desejam passar o feriado em um local mais tranquilo, longe de todo o agito do Carnaval, ou mesmo curtir outro estilo de música, a opção pode ser alugar um imóvel na cidade serrana de Guaramiranga, que este ano recebe a 12ª edição do Festival Jazz e Blues.

O município, aliás, vem despontando como um dos destinos do Estado mais procurados para o período. Uma das provas disso é que o corretor da Imobiliária Magno Muniz, Carlos Alexandre, afirma já ter fechado o aluguel de 90% dos imóveis disponíveis para a temporada. "Atualmente só conto com três imóveis disponíveis.

De uma forma geral, eu diria que a procura cresceu 50%, se comparado com o ano passado", explica.

Carlos Alexandre revela que inicialmente disponibilizava de simples chalés para duas pessoas até casas com seis suítes. Os valores variam de R$ 1.750,00 a R$ 5 mil e os aluguéis são feitos por temporada, no caso, durante os cinco dias do Carnaval.

O pagamento é feito em duas parcelas, segundo revela Carlos Alexandre. "Cobramos 50% antecipado e a outra metade é paga quando entregamos a chave para o cliente. Além disso, também é cobrado 20% do valor total do imóvel para eventuais prejuízos. Este dinheiro é devolvido no fim do aluguel, após a vistoria de um dos funcionários da imobiliária, que verifica tudo", diz.

 

Cuidados

Para aproveitar o Carnaval da melhor maneira possível e não ter problemas na hora de alugar um imóvel é necessário tomar uma série de cuidados.

Segundo a vice-presidente do Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis do Ceará (Secovi-CE), Maria Lúcia, o principal cuidado a ser tomado é encontrar uma imobiliária de confiança e evitar anúncios avulsos. "Outra medida fundamental é ir conferir o imóvel pessoalmente para evitar fraudes", ressalta.

 

PROTAGONISTA

Pesquisar para ter a certeza de um bom negócio.

Com receio de encontrar preços exorbitantes às vésperas do Carnaval, o estudante de engenharia civil Carlos David Rolim decidiu reunir um grande grupo de amigos e alugar logo duas casas em um condomínio localizado na Praia da Taíba, com capacidade de 25 pessoas por casa.

Ele revela que começou a pesquisar valores desde dezembro do ano passado e só fechou negócio semana passada. "Pagamos R$ 1.500,00 e eu já fui pessoalmente conferir o imóvel. Achei o preço bom", diz.
Carlos David Rolim
Estudante

 

Em Alta

90% é o percentual de imóveis já locados pela Imobiliária Magno Muniz em Guaramiranga, que neste ano deve ser um destino bastante visitado

 

Mais informações:

Imobiliária Magno Muniz (Imóveis em Guaramiranga), fone: 3265-6969; In´s Brasil (Casas de luxo no litoral do Estado), 3267-4584; Ricardo Costa (Beberibe, Morro Branco e Praia das Fontes), 8618-7868.

 

Fonte: Diário do Nordeste 

 

 
 
NoticiasDicasLinksTv SecoviOportunidade

Rua Pereira Filgueiras, 1085 - Meireles - Fortaleza/CE - Telefone: +55 85 3036.9500

IATIVA Tecnologia e Comunicação